Stocks

Documentos de Stocks

Existem vários tipos de documentos de stocks:

Stock inicial Definir o stock inicial do artigo. Deve ser usado quando se cria o artigo no sistema, para indicar a quantidade existente inicialmente;
Entrada de stock Permite registar entradas de stocks;
Saída de stock Permite registar saídas de stocks;
Transferência de armazém Quando há uma transferência de quantidades de stocks de um armazém para outro;
Composição de Produtos Permite fazer a composição de artigos compostos, através da entrada em stock do artigo composto e da saída dos seus componentes;
Decomposição de Produtos Decompõe o artigo composto, retirando do stock o artigo composto e recalculando em stock os seus componentes;
Acerto de Stock Sempre que detecta um erro na quantidade de artigos ou inserir artigos este documento tem como função introduzir o número de artigos em stock.

Criar um documento de Stock

Para criar um documento de stock é necessário que haja um movimento associado, aceder ao menu Inventário e apontar para Novo Movimento:

Depois de confirmar o documento e a série a utilizar é apresentado o editor do documento de stock.

Editor de movimentos de stocks

O editor de stocks é composto pelas áreas do cabeçalho e pelos detalhes.

No cabeçalho deve introduzir a data do movimento de stock. Por omissão é sugerida a data do último documento ou a data do sistema – de acordo com o que está definido nas Preferências. Pode também associar o movimento a uma entidade para futura referência. Por exemplo, se estiver a registar uma entrada de stock pode indicar qual o fornecedor que lhe forneceu a mercadoria:

Apresenta os valores de acordo com o artigo seleccionado na grelha.

Os detalhes têm uma particularidade na introdução dos valores: se colocar o valor da coluna Preço Unitário, a coluna Total assume o cálculo da Quantidade * Preço Unitário. Caso coloque o valor na coluna Total, o Preço Unitário assume o cálculo do Total / Quantidade.Para introduzir um artigo basta colocar o código do artigo na coluna Artigo. Para facilitar o processo clique em F4 para procurar o artigo pretendido ou utilize o menu de contexto Artigos.

O Preço Unitário sugerido em cada linha introduzida é o que está definido na tabela dos documentos de stock.

Casos especiais de controlo de Stock

Dimensões

À semelhança do que acontece com o editor de vendas, ao colocar um artigo dimensionado, é visualizada a janela com as medidas do artigo, onde deverá colocar a quantidade nas respectivas células.

Composição e Decomposição de Artigos

É necessário utilizar a Composição e Decomposição de Artigos para introduzir ou retirar de stock o produto composto e movimentar os respectivos componentes.

Aceder a Inventário | Novo Movimento de stock seleccionar a “Composição de produtos” ou “Decomposição de produtos”.

A grelha de introdução está dividida em duas, numa estão os artigos compostos e noutra é a grelha dos seus componentes:

Atenção:

  • É possível parametrizar o artigo composto para efectuar automaticamente o movimento de stock sem assemblagem prévia.
  • Pode optar visualizar os componentes na factura, para tal deverá seleccionar a opção “Mostrar componentes nos documentos” (na Ficha de Artigo).
  • Os componentes têm também de estar sujeitos a devolução, se o artigo “principal” estiver sujeito a devolução, por isso, nos artigos componentes tem que seleccionar a opção, “Sujeito a devolução”.
  • Um artigo que já se encontre movimentado, não pode alterar o comportamento, em relação à composição, contudo, os artigos que fazem parte dos componentes, podem ter sido movimentados e continuar a ser.

Números de Série

Para os artigos que fazem gestão dos números de série, ao dar entrada ou saída de stock devemos identificar os respectivos números de série. Para registar números de série, no documento, aceder ao menu de contexto de grelha (botão direito do rato) e clicar na opção Números de Série.

Neste exemplo, damos entrada de stock de 3 unidades do artigo 0009, logo temos que introduzir os 3 números de série (manual ou gerados automaticamente).

Recálculo de Stocks

Pode aceder à opção de Recalculo de Stocks através da opção Recalcular Stocks existente no menu Inventário, permite ao utilizador garantir que o valor actual dos seus stocks se encontra correcto:

Esta operação deve ser efectuada sempre que:

  • Sejam introduzidos documentos de entrada de stock inicial de artigos, na primeira data do ano, depois de já terem sido criados documentos de saída (documentos de vendas) para os mesmos artigos.
  • Quando introduz um documento de entrada ou de saída de stock em data inferior à data da facturação.
  • Sempre que efectua uma alteração de um documento que implique entrada de stock.

O Recálculo de Stocks reconstrói os Preços de Custo Médio e as quantidades em stock. Pode ser efectuado sempre que o utilizador pretender.

Exploração de Stock

A área de Inventário inclui um conjunto de mapas de exploração bastante úteis para analisar o stock existente, bem como os extractos com as entradas e saídas de cada artigo.

Entradas e saídas

Apresenta a lista de entradas ou saídas de stock por cada artigo:

Extracto de artigos

Apresenta, para o período definido, as entradas e saídas para cada artigo:

Controlo de stocks

Tem como finalidade a análise dos stocks em excesso, ruptura, etc:

Inventários

Analisa o stock actual de cada artigo, bem como o stock numa determinada data:

Listagens de Artigos e Etiqueta

O WISEDAT Comercial disponibiliza modelos de etiquetas com ou sem códigos de barra, com ou sem imagem do produto. Os códigos de barra suportados são: EAN13, Code39, Code128, UPC-A, UPC-E, ISBN.

É possível gerar um número de etiquetas a partir do stock existente para cada artigo, como também uma quantidade desejada.

Saiba mais em, Gestão de Stocks.

 Inventário (Stocks)    
top