Movimentação de Stocks

Documentos de Stocks

Stock inicial Definir o stock inicial do artigo. Deve ser usado quando se cria o artigo no sistema, para indicar a quantidade existente inicialmente;
Entrada de stock Permite registar entradas de stocks;
Saída de stock Permite registar saídas de stocks;
Transferência de armazém Quando há uma transferência de quantidades de stocks de um armazém para outro;
Composição de Produtos Permite fazer a composição de artigos compostos, através da entrada em stock do artigo composto e da saída dos seus componentes;
Decomposição de Produtos Decompõe o artigo composto, retirando do stock o artigo composto e recalculando em stock os seus componentes;
Acerto de Stock Sempre que deteta um erro na quantidade de artigos ao inserir artigos este documento é introduzido o número de artigos em stock.

Criar um documento de Stock

Para criar um documento de stock é necessário que haja um movimento associado, aceder a

  1. Inventário;
  2. Movimento de Stock;
  3. Novo.

Editor de movimentos de stocks

O editor de stocks é composto pelas áreas do cabeçalho e pelos detalhes.

No cabeçalho deve introduzir a data do movimento de stock. Por omissão é sugerida a data do último documento ou a data do sistema – de acordo com o que está definido nas Preferências. Pode também associar o movimento a uma entidade para futura referência. Por exemplo, se estiver a registar uma entrada de stock pode indicar qual o fornecedor que lhe forneceu a mercadoria:

Apresenta os valores de acordo com o artigo seleccionado na grelha.

Os detalhes têm uma particularidade na introdução dos valores: se colocar o valor da coluna Preço Unitário, a coluna Total assume o cálculo da Quantidade * Preço Unitário. Caso coloque o valor na coluna Total, o Preço Unitário assume o cálculo do Total / Quantidade.

Para introduzir um artigo basta colocar o código do artigo na coluna Artigo. Para facilitar o processo clique em F4 para procurar o artigo pretendido ou utilize o menu de contexto Artigos.

O Preço Unitário sugerido em cada linha introduzida é o que está definido na tabela dos documentos de stock.

Como importar linhas de um ficheiro CSV

De forma a facilitar o processo de atualização de stocks, pode importar linhas de um ficheiro CSV, clicando na opção Importar linhas | Importar CSV.

Em alternativa, também pode importar as linhas do ficheiro de contagem de inventário, escolhendo a opção Importar contagem.

 

 

Para mais informações consulte o tópico de ajuda, WISEDAT Inventory.

 

Como alterar o Armazém por linha ou documento

Alterar armazém por documento

No cabeçalho do documento selecione Armazém e escolha um dos armazéns disponíveis.

Alterar armazém por artigo

Selecione a linha do artigo e coluna Armazém e pressione F4 de forma aceder à listagem de armazéns e por fim selecione.

Recálculo de stocks

Pode aceder à opção de Recálculo de stocks através da opção Recalcular stocks existente no menu Inventário, permite ao utilizador garantir que o valor atual dos seus stocks se encontra correto.

Esta operação deve ser efetuada sempre que:

  • Sejam introduzidos documentos de entrada de stock inicial de artigos, na primeira data do ano, depois de já terem sido criados documentos de saída (documentos de vendas) para os mesmos artigos.
  • Quando introduz um documento de entrada ou de saída de stock em data inferior à data da facturação.
  • Sempre que efetua uma alteração de um documento que implique entrada de stock.

O Recálculo de stocks reconstrói os preços de custo médio e as quantidades em stock. Pode ser efetuado sempre que o utilizador pretender.

 

Gestão de stocks a partir da edição Professional.
 Inventário (Stocks)  
top